Itália estabelece prazo limite para não ir a Haia por caso Battisti

O ministro italiano das Relações Exteriores, Franco Frattini, informou nesta quinta-feira, 8, que se encerra no próximo dia 15 de setembro o prazo para a formação da Comissão de Conciliação sobre o caso do ex-ativista Cesare Battisti. “Ontem à tarde, 7, demos mais um passo em Roma com o embaixador do Brasil, e em Brasília com o nosso embaixador, e dissemos com grande clareza que o próximo dia 15 é o prazo limite para constituir a Comissão de Conciliação”, informou.

Frattini explicou que “se o Brasil não nomear o representante de sua competência” na Comissão de Conciliação, de todo modo o caso será levado pela Itália à Corte Internacional de Haia, na Holanda.  O chanceler também afirmou que pediu ao ministro brasileiro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, uma reunião em Nova York nos dias 22 e 23 de setembro.  “Ao meu retorno de Nova York, este passo (de levar o caso ao Tribunal de Haia) já terá se concretizado”, comentou o ministro italiano, que voltou a falar do caso Battisti após novas declarações do ex-militante.

A Itália anunciou que levaria o caso de Battisti à Corte de Haia após o Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro validar a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de manter o italiano no País.

Fonte: ANSA via Estadão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s